• Moresco

PACOTE DE R$ 40 BILHÕES PARA PEQUENA E MÉDIAS EMPRESAS.

Atualizado: Abr 2



O presidente Jair Bolsonaro anunciou na manhã desta sexta-feira (27) um pacote R$ 40 bilhões para financiar a folha de pequenas e médias empresas e ajudar na recuperação econômica, paralisada pelos avanços do coronavírus no Brasil.


O anúncio foi encabeçado pelo presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, e a medida será válida para empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões. Como contrapartida, as empresas que aceitarem a linha de crédito não poderão demitir os funcionários nesse período e poderão usar o dinheiro somente para pagamento de folha. Os empregados receberão até dois salários mínimos.


A decisão em cobrir o pagamento de quem recebe acima dos R$ 2090 (equivalente aos dois salários) ficará a critério das empresas.


A linha de crédito durará dois meses e cerca de R$ 20 bilhões sairão dos cofres públicos em cada mês. Serão pelo menos 1,4 milhões de empresas beneficiadas, atingindo 12,2 milhões de empregados.


Além de Bolsonaro e Roberto Campos Neto, participaram da coletiva o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães e o presidente do BNDES, Gustavo Montezano. O ministro da Economia, Paulo Guedes, não compareceu ao evento.


“O dinheiro vai direto para as folhas de pagamento, então a empresa fecha o contrato com o banco, mas o dinheiro vai cair direto no CPF do funcionário”, disse Campos Neto.


As empresas terão carência de 6 meses e 36 meses para pagar o empréstimo do governo, com juros de 3,75% ao ano e a previsão é de que o acesso ao programa esteja disponível em até duas semanas.


Segundo Campos Neto, 85% do valor sairá do Tesouro Nacional e 15% serão completados pelos bancos privados.


“Essa operação conta com quatro participantes. O Tesouro, o BNDES, os bancos privados e o BC. O Tesouro aplica o subsídio e fica com as perdas e ganhos da operação. O BNDES opera os recursos do Tesouro, que vai passar para os bancos privados. Os bancos privados vão colocar 15% do seu bolso. Quem opera é o banco privado”, disse Montezano.


Campos Neto também anunciou que o governo vai encaminhar ao Congresso uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para permitir que o Banco Central empreste dinheiro direto às empresas em momentos de crise. A ideia é se aproximar do o Federal Reserve, o BC norte-americano, anunciou nos últimos dias.


Com isso, o governo resolve o problema de empresas que vinham reclamando da dificuldade em acessar crédito bancário


Fonte: IstoÉ



Moresco Contabilidade

Gestão financeira para empresas

Rua Veríssimo Rosa, 50 | Partenon - Porto Alegre/RS

Contato@moresco-contabilidade.com.br

51 3384.1344 | 51 98496 -1613 (wpp)

[Https] Site

[IG] Instagram

[ F ] Facebook

[In] LinkedIn

48 visualizações

Rua Verissimo Rosa, 50 - Partenon
Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Fone 51 3384.1344

WHATS.png
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Desenvolvido por Carpes – 2016